Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 27 Nov, 2021

Scroll to top

Top

AboutRenato Santhinon, Autor em PDV News - Página 2 de 882

Renato Santhinon

Renato Santhinon

Renato Santinon é Publicitário, Professor e Palestrante, criador do Curso de Criação e Performance usando técnicas de Trade Marketing e Merchandising no Ponto de Venda. Especialista em estratégia Comercial voltada ao Varejo Online e Fisico, desenvolvimento de marketing plane para Start-ups, novos produtos e internacionalização de negócios entre Europa e América Latina. Com mais de 20 anos de experiência no segmento, já participou de cases de sucesso com empresas renomadas do mercado como Matte Leão, Bianchi Vending, Coca Cola, Pepsico, Ambev, Nestlé, Ambev, JBS Friboi, Grupo Pão de Açucar, Mars Brasil, Farmina Pet Foods Italia, Molino Denti Parma, XFS Group, entre muitos outros. CEO MDM Brasil Group +39 3425098713 renatosantinon@me.com

Posts By Renato Santhinon

10 TENDÊNCIAS DO VAREJO PARA 2021

12 de dezembro de 2020 |

01 – O E-commerce

Como já citei algumas vezes, nessa pandemia, muitos consumidores se afastaram das lojas físicas e adotaram a compra online. Se nesse o ano o e-commerce foi uma saída para muitas empresas, no ano que vem ele será uma tendência indispensável. Invista em uma plataforma que otimize as vendas e que atenda as necessidades dos seus consumidores.

02 – As Redes sociais

Não é novidade para ninguém que as redes sociais são espaços importantes para a atração de clientes e divulgação de uma empresa. No ano que vem, a presença nas plataformas digitais será fundamental para que seu negócio intensifique a relação com o cliente e atinja um novo público. Invista em conteúdos interativos e criativos, que estimulem o engajamento do seu público.

03 – Os Aplicativos de entrega

A tecnologia deve ser a grande aliada da sua empresa. Os aplicativos de entrega podem transformar seu negócio, criando competitividade no mercado, além de fidelizar clientes. Muitos consumidores procuram por um atendimento e serviço rápido e fácil e os apps de entrega oferecem essa possibilidade. Com apenas alguns cliques é possível escolher os produtos, selecionar a melhor forma de pagamento e solicitar a entrega dos itens em casa, isso com apenas alguns minutos. Invista em um aplicativo que atenda as exigências da sua empresa e dos clientes e que ofereça um serviço de qualidade.

O intuito de por em prática essas dicas é ser diferenciado, apresentando produtos e serviços atrativos que cativem o público. Para isso, é preciso sair da zona de conforto e investir em ferramentas capazes de aprimorar o negócio como um todo. Entre em contato com a Dactilar Tecnologia e confira as nossas soluções.

04 – A Conveniência autônoma

Em 2020, a conveniência autônoma também começou a ganhar força no Brasil. O modelo, que já existe em países da Europa e nos Estados Unidos, começou a ser implementado em nosso país, por meio de empresas como a Onii.

Nas lojas de conveniência autônoma, os clientes não têm contato com funcionários. Eles acessam o estabelecimento por meio de um aplicativo, escolhem os produtos que desejam comprar e fazem o pagamento, totalmente de maneira online.

As lojas de conveniência autônoma contribuem para uma cultura de hiper conveniência do varejo, que possibilita aos consumidores comprar os produtos que eles necessitam na hora.

Isso acontece porque as lojas de conveniência autônoma se localizam nos espaços em que as pessoas se encontram no seu dia a dia. Elas podem ficar em uma empresa ou em um container no pátio do condomínio.

De tal maneira, se os funcionários de uma empresa quiserem fazer um lanche, eles não precisam sair da organização e ir até uma padaria ou mercadinho próximo. Haverá uma loja com os produtos que eles desejam em  uma área comum, onde poderão fazer o consumo.

O mesmo vale para uma dona de casa que está preparando o almoço e percebe que faltou sal em casa, por exemplo. Em vez de se deslocar até um supermercado, ela poderá ir até o pátio do condomínio e fazer a compra, de forma prática, simples e rápida.

05 – A Realidade aumentada

A realidade aumentada é uma tecnologia que cresceu muito em 2020 e deve se tornar ainda mais popular em 2021. O QR Code é um dos exemplos mais utilizados e que hoje já faz parte do dia a dia das pessoas.

Para entrar nas lojas autônomas, por exemplo, é preciso fazer a leitura de um QR Code na maçaneta do estabelecimento. O mesmo acontece para fazer pagamentos com o Pix, novo meio digital lançado pelo Banco Central, que transfere dinheiro entre contas em apenas 10 segundos.

Essas são algumas das maiores tendências do varejo para 2021. Agora você está bem informado sobre o assunto e poderá ter mais sucesso nos seus negócios.

Aproveite e assine a nossa newsletter! Dessa forma, você poderá ficar sempre por dentro das últimas notícias sobre o mercado varejista e as novidades da Onii, recebendo-as em primeira mão, no seu e-mail.

06 – O Marketing sensorial: volta às lojas físicas

Mesmo com o crescimento do e-commerce, é claro que as lojas físicas não vão desaparecer, e devem pouco a pouco se recuperar conforme as medidas de isolamento ficam mais brandas.

Tendo isso em mente, e considerando toda a carga de ansiedade que a pandemia colocou sobre os consumidores, muitos lojistas devem apostar em marketing sensorial (cores, músicas, perfumes etc.) que leve as pessoas a se sentir à vontade em seus estabelecimentos. Os cuidados com higiene e saúde não devem ser deixados de lado, porém.

07 – O Fashion Delivery

O isolamento social e as mudanças no estilo de vida influenciadas pela pandemia fizeram com que uma maior parcela de pessoas enxergasse mais vantagens em fazer compras em casa, o que ajudou no surgimento do termo fashion delivery, que, aliado às estratégias de tecnologia, entrega as compras em casa.

Fashion delivery ocorre quando alguém se cadastra em uma plataforma online e fornece informações básicas, como preferências de roupa, estilo etc. Assim, os responsáveis pela marca fazem uma seleção personalizada — fundamental para o sucesso do serviço — e enviam até a residência. O cliente tem um prazo, que pode ser de 24h, para tomar sua decisão de compra.

Uma das maiores vantagens desse tipo de serviço é oferecer a comodidade que muitos podem ter sentido nesses últimos meses e vão exigir que continue assim: evitar gastos com deslocamento, estacionamento, estresses no trânsito, tumulto nas lojas etc. E, ainda, é possível provar as peças com o acervo pessoal do cliente e com a calma que a escolha necessita.

08 – A BOPIS (Buy on-line, pick up in-store)

BOPIS é uma sigla para Buy on-line, pick up in-store, um conceito que procura integrar lojas físicas e virtuais para oferecer maiores benefícios aos consumidores, como a compra on-line e retirada na loja.

Isso é vantajoso ao cliente pela otimização de tempo, comodidade e redução de custos com entrega. Não é à toa que 60% dos entrevistados em uma pesquisa da Manhattan Associates, empresa de software, afirmam ter essa preferência.

O BOPIS também é benéfico para a marca, que recebe maior tráfego na loja física e pode oferecer produtos/serviços e experiências que talvez não fossem possíveis virtualmente ou não teriam atraído o consumidor.

Porém, a simples ida a loja não garante atração e satisfação do consumidor. Ainda é necessário caprichar nas experiências e superar as expectativas do cliente para que você seja bem lembrado. Um exemplo de como conseguir isso é contar com computação em nuvem, que permite uma maior segurança e disponibilidade de dados essenciais para funcionamento do negócio.

09 – O Ship from store (SFS)

Para proporcionar experiências mais diferenciadas aos clientes surgiu o SFS, um processo de atendimento que conta com o estoque da loja física para atender os clientes e distribuir os produtos virtualmente pelo telefone, website ou aplicativo.

O procedimento ocorre quando o consumidor faz a compra online e escolhe entre a retirada na loja ou o recebimento do produto na residência. Assim, o sistema SFS deve considerar as opções mais próximas do destinatário para atender a demanda com um maior nível de satisfação e eficiência. Nesse sentido, o investimento em sistema de TI é fundamental.

Ao contar com o ship from store no seu negócio há uma maior integração das áreas, o que reduz riscos relacionados a falhas na entrega de pontos físicos, diminui a inadimplência, gera menos desperdícios, aumenta a rapidez da entrega e satisfação do cliente.

10 – O Merchandising no Ponto de Venda como aliado ao Sell Out

Depois de um 2020 difícil e com muito aprendizado a maior pandemia mundial já vista por nossa geração mudou por completo a perfil tanto do consumidor como do Shopper, o giro dentro do Ponto de Venda está mais organizado e mais rápido, portanto as empresas que investirem pesado na comunicação dentro do Ponto de Venda estarão em grande vantagem, já que 76% das compras são decididas no Ponto de Venda, seja por preço, por qualidade, ou por apelo Promocional, empresas de alimentos que investirem em Promotores demonstrando seus produtos (campanhas geram uma média de implemento de 400% no Sell out). Um outro aspecto são as aplicações de controle de Merchandising e Trade Marketing, a ruptura fará mais diferença do que nunca e a precisa manutenção da gôndola também será um fator decisivo, alguns aplicativos como Involves stage ajuda a equipe de vendas e merchandising a saber em tempo real, ruptura, planogramas corretos e até share de gôndola (através de revolucionária tecnologia de reconhecimento de produto através da camera do celular do operador.

Esses são alguns dos termos e tendências de consumo para lojas físicas e Online para 2021. A tecnologia e a visibilidade no Ponto de Venda podem garantir uma vantagem competitiva e manter sua marca relevante diante dos clientes.

Deixe sua opinião nos comentários, até!

Por: Renato Santinon é publicitário com mais de 20 anos no mercado de Varejo e Tecnologia para Vendas e Trade Marketing, atualmente é CEO da POP Retail LAB em Milão, empresa 4.0 com soluções inovativas em materiais ecologicamente corretos para Vendas e Merchandising. | info@popretaillab.it

Coca Cola non dimentica il Merchandising con il bellissimo Albero di Natale nella Pizza Duomo

8 de dezembro de 2020 |

La Piazza Duomo è Coca Cola

Il grande albero di piazza Duomo, racchiuderà in sè le energie della città rappresentando le sue mille anime. Una struttura portante accoglierà una serie di abeti veri che dopo le festività verranno donati per essere piantati in diversi luoghi di Milano.

L’albero si accenderà ogni sera, donando alla piazza uno show di luci, con un invito a sostenere Banco Alimentare.

eCommerce: unica uscita od opportunità per innovare il Retail?

8 de dezembro de 2020 |

L’eCommerce in Italia vale oggi 31,6 miliardi di euro (dati 2019). Nonostante il tasso di crescita a doppia cifra degli ultimi anni (+15% rispetto al 2018), rappresenta ancora una piccola parte degli acquisti complessivi degli italiani. 

Il tasso di penetrazione dell’online sul totale delle vendite rimane uno dei più contenuti d’Europa: nel nostro Paese, ogni 100 euro spesi solo 7 transitano online contro i 14 della Francia, i 16 della Germania e i 20 del Regno Unito. Questo crescente successo dell’eCommerce non può essere dunque il solo fenomeno che sta cambiando in modo incrementale, ma profondo il nostro tessuto commerciale. 

Le difficoltà dei Punti Vendita 

A fine 2018 si contano in Italia circa 8.000 negozi in meno rispetto a fine 2017, ma congiuntamente sono aumentati quelli appartenenti alla distribuzione organizzata (+500) e i ristoranti (+4.300). E’ vero dunque 

che in Italia stanno chiudendo dei negozi soprattutto di piccola dimensione, ma è complesso stabilirne tutte le cause. Le PMI del commercio stanno sicuramente facendo fatica e tra le motivazioni ci sono: 

la necessità di generare maggior efficienza nella distribuzione – In Italia la densità di imprese Retail per km2 è 1,4 volte la media europea: molte imprese dunque ma di dimensione ridotta. La nostra distribuzione è dunque estremamente frammentata e ciò crea scarsa efficienza nelle operations e un rallentamento nel percorso di digitalizzazione. 

l’estrema complessità nello sviluppare competenze e ad attrarre capitali di investimento, necessari per guidare e sostenere un percorso di rinnovamento e innovazione, fatto di scelte e di modifiche (ai sistemi, alle infrastrutture e ai processi). 

la difficoltà a sperimentare e a trovare modelli di vendita in grado di soddisfare le nuove esigenze dei consumatori. Poco tempo, smartphone sempre in mano, cambio di valori (dal possesso all’esperienza) sono solo alcune caratteristiche dei nuovi consumatori. Cambiano dunque le motivazioni che attivano la visita del negozio e dunque le funzionalità e gli obiettivi che questo luogo deve avere. 

Il contributo dell’eCommerce al Retail 

E in tutto questo l’eCommerce cosa sta portando al Retail? Sicuramente maggior competitività e maggior innovazione. 

L’eCommerce è oggi decisivo nel promuovere nuovi modelli di relazione Omnicanale con i consumatori che, pur partendo dall’online, costituiscono un fattore di innovazione che si propaga a tutto il Retail coinvolgendo l’intera catena del valore. Ne sono esempi, da un lato tutti quei retailer tradizionali che attribuiscono al negozio nuovi significati e funzionalità (ad 

esempio store ideati come luoghi di incontro e di formazione), dall’altro tutte quelle Dot Com (imprese nate per operare in internet) che stanno sperimentando insoliti formati, spesso ad alto tasso di innovazione. 

Google Duplex ajuda a organizar com AI

8 de dezembro de 2020 |
Como funciona a inteligência artificial do Google Duplex e o que ele pode revolucionar no Ponto de Venda:
A comunicação oral está tão integrada ao nosso dia a dia que não nos damos conta da complexabilidade da fala humana. Em muitos casos o ouvinte precisa interpretar o que está sendo dito, além de ter que adaptar-se à velocidade com que o interlocutor se expressa, muitas vezes omitindo palavras e utilizando gírias.
Nas ligações telefônicas há ainda interferências de sinal e ruídos. E é com esse nível de dificuldade que a inteligência artificial do Google tem que lidar para colocar em prática o recurso Duplex do seu Assistente virtual. Por isso, a tecnologia é considerada revolucionária e gera muita expectativa no segmento.
Como a base de toda AI é feita de dados, os especialistas da empresa desenvolveram sistemas para analisar milhões de diálogos por telefone.
Integração com o Google Tradutor.
A utilização do Duplex ajudará e muito os PDV’s pelo mundo, não só Restaurantes, mas qualquer tipo de prestador de serviço com interação homem x homem se tornará mais preciso, a organização será mais eficiente e economica, além da AI trazer report’s precisos com o uso do Big Data.

Come evolve il negozio in Italia? Quali le principali direzioni di Innovazione?

8 de dezembro de 2020 |

In questo momento c’è molta attenzione al paradigma della prossimità con l’apertura, nelle grandi città, di piccoli negozi dove qualità del prodotto, cura della relazione e supporto all’eCommerce sono i veri punti di forza.

“Esse”, il nuovo format di Esselunga in centro a Milano, ne è un esempio: 400 m2 su tre livelli dove poter vivere momenti di pausa all’interno del caffè con cucina, effettuare acquisti e ritirare la spesa fatta online tramite appositi locker.

E anche l’Arredamento si avvicina ai centri città: il “Plan&Order” di Ikea nel cuore di Romapermette ai clienti di trovare ispirazione su prodotti e soluzioni d’arredo e acquistare gli articoli online.

Il digitale e l’integrazione omnicanale fanno capo, inoltre, alla sperimentazione di nuovi format di negozio. Centrale, in primis, è il tema dello snellimento della barriera cassa: Conad del Tirreno sta sperimentando dei carrelli intelligenti che, dotati di smart camera e sensori di peso, riconoscono ciò che è stato acquistato, elaborando automaticamente transazione e pagamento.

C’è poi molta attenzione anche all’attivazione di modelli di vendita omnicanale, sempre più automatizzati, che modificano gli spazi fisici dello store. Zara ha installato in alcuni punti vendita delle parcel machine dove il cliente, in pochi secondi, ritira autonomamente gli ordini fatti online.

Cresce, infine, anche l’attenzione alla misurazione: il negozio del futuro diventa uno spazio che amplifica la conoscenza di sé e che riconosce il visitatore. In quest’ottica il digitale ha un ruolo di rilievo: non solo consente di misurare in maniera più veloce metriche già esistenti, ma di applicare al negozio logiche di misurazione tipiche del web e di alimentare una misurazione più strutturata e frequente.

BRF inova na experiência no Ponto de Venda e inaugura sua primeira loja Modelo, a Mercato Sadia

8 de dezembro de 2020 |

A Brasileira BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo e dona de marcas como Sadia, Qualy e Perdigão, inaugura seu primeiro Ponto de Venda modelo em São Paulo. 

A primeira loja “Mercato Sadia” está localizado na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, e marca o início da BRF na comercialização de produtos de seu amplo portfólio em um único local. A segunda unidade deve ser inaugurada em breve.

Inaugurada recentemente, a flagship Mercato Sadia, conta com espaços para receber convidados, apresentações de chefs, aulas shows, confraternizações e degustações. A Mercato Sadia, diferente dos mercados tradicionais, é segmentado por ocasiões de consumo para que os clientes possam encontrar todos os itens necessários para o preparo de churrascos, cafés da manhã, feijoadas, refeições do dia a dia e outros momentos especiais.

Dessa forma, o local também comercializará produtos complementares, além dos próprios produtos da BRF, como azeites, bebidas, temperos, entre outros, a fim de proporcionar uma experiência completa para os consumidores. Diversos itens também poderão ser degustados no próprio local, como sanduíches exclusivos feitos na hora.

Para facilitar a jornada do consumidor, a BRF também investiu em tecnologia de ponta na Mercato Sadia, que incluem self check-out, QR codes que darão acesso a centenas de receitas, cardápio digital e totem de autoatendimento para pedido de frios, sendo possível escolher a espessura da fatia.

A previsão é que uma segunda unidade seja inaugurada em breve, no município de Itajaí, em Santa Catarina.

Funcionamento – Mercato Sadia

A nova Mercato Sadia, da BRF, fica localizado no endereço Av. Imperatriz Leopoldina, 1490 – Vila Leopoldina. Os seus dias e horários de funcionamento são de segunda a sábado, das 07h às 21h, enquanto aos domingos e feriados é das 08h às 17h. Contudo, vale ressaltar que os horários podem sofrer alteração devido a pandemia de Covid-19.

Sobre a BRF

Uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a BRF está presente em mais de 130 países e é dona de marcas icônicas como Sadia, Perdigão e Qualy. Seu propósito é oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Pautada pelos compromissos fundamentais de segurança, qualidade e integridade, a Companhia baseia sua estratégia em uma visão de longo prazo e visa gerar valor para seus mais de 90 mil colaboradores no mundo, mais de 260 mil clientes e aproximadamente 10 mil integrados no Brasil, todos os seus acionistas e para a sociedade.