Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 21 May, 2022

Scroll to top

Top

Café Archives - Página 2 de 4 - PDV News

Iguaçu retoma linha de cafés solúveis

9 de maio de 2011 |





A Iguaçu acaba de fazer o maior investimento dos últimos cinco anos na sua linha de cafés solúveis, carro-chefe da empresa, que hoje é a vice-líder nas vendas do setor, atrás somente da Nestlé. O terceiro lugar fica com a marca 3 Corações, da Santa Clara.


O pacote de novidades engloba mudanças na embalagem e ações de marketing. O rótulo da linha Café Clássico, por exemplo, ganhou uma impressão em hot stamp, técnica que reproduz um efeito metalizado. 


Em tons de ouro e em alto relevo, o nome “clássico” remete à promoção “Ano Dourado”, que distribuirá pingentes folheados a ouro para todos os consumidores que adquirirem dois produtos da marca e enviarem os comprovantes de compra para a caixa postal promocional (Caixa Postal 199 – CEP 86300-000 – Cornélio Procópio – PR). A ação, que será realizada até o próximo mês de agosto, prevê ainda o sorteio de um prêmio no valor de R$ 5 mil mensais durante um ano. Criada pela agência Babel, a campanha que comunica a realização do “Ano Dourado” conta com anúncios e peças de mídia exterior, além de ações nos 2 mil pontos-de-venda da marca espalhados por São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. 

Nova estratégia para o café do cerrado de MG

20 de abril de 2011 |

Nova estratégia para o café do cerrado de MG





Pelo menos 600 pessoas, entre produtores de café e lideranças do setor, participaram ontem, em Uberlândia (MG), do lançamento da estratégia de marca para o café produzido na região do cerrado mineiro. A nova estratégia substitui, por exemplo, o nome Café do Cerrado pela nomenclatura oficial da indicação geográfica: Região do Cerrado Mineiro.


‘É mais que uma mudança de nome, é uma maneira de incorporar ao produto os cafeicultores e a história da cafeicultura na região. É uma mudança de percepção do produto diante do consumidor’, diz o diretor-executivo da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, com sede em Patrocínio, José Augusto Rizental. Segundo ele, o conceito de ‘Café de Atitude’, que a federação pretende transformar em uma espécie de marca do produto, tem como objetivo atrair investimentos do Brasil e exterior para parcerias com produtores. ‘É uma forma de promover o desenvolvimento socioeconômico da região. Se antes nosso foco era o produto, agora são as pessoas.’ Com a estratégia, a entidade quer que o consumidor saiba que, além de qualidade, o produto da região tem procedência, rastreabilidade, é ético e sustentável. A região do cerrado mineiro, que abrange 55 municípios e 4.500 cafeicultores, é a única do Brasil a possuir indicação geográfica para o café. Também foi a primeira região do País a obter a certificação de gestão de qualidade ISO 9001 e a criar um programa de certificação. Hoje, mais de 70% do volume produzido na região – 5 milhões de sacas – é exportado.


‘Como exportadores sentimos que está surgindo um novo tipo de consumidor, jovem, que busca informações novas sobre determinado produto. A ideia é que nosso café seja reconhecido nesse universo, como ocorre hoje com o café colombiano’, diz Rizental. Premiação. A disputa Rainforest Alliance Annual Cupping tem mais uma vez um representante do Brasil entre os finalistas: a Ipanema Coffees, de Alfenas (MG). O lote de café arábica Bourbon Amarelo, cereja descascado, ficou em 1.º lugar entre os cafés brasileiros e em 5.º lugar no ranking mundial. E, no dia 26, em São Paulo, será lançada a 7.ª Edição Especial dos Melhores Cafés do Brasil – Safra 2010/2011.Estoques A Conab começou a levantar, entre armazenadores, produtores, cooperativas, exportadores e indústria, os estoques da iniciativa privada. Os dados ajudam a compor o quadro de oferta e demanda de café no País. Em 2010 o volume foi de 8,9 mi de sacas.

Melitta faz promoção nos PDVs

28 de março de 2011 |

Melitta faz promoção nos PDVs





A Melitta lançou uma ação promocional para divulgar os coadores de café Aroma Max nos PDVs. 


Na compra de duas caixas de 30 unidades do produto, o consumidor ganha um brinde exclusivo. A promoção conta ainda com uma equipe de profissionais que mostrarão os benefícios do coador Melitta e a diferença de qualidade do café feito.

Café, o produto inovador

21 de março de 2011 |

Café, o produto inovador



Pense em um ranking de produtos inovadores. Pensou? Em que posição o café aparece? Pois para os consumidores brasileiros, a marca Pilão foi destaque em 2010. A empresa recebeu o selo Produto do Ano pelo lançamento das versões Sabor e Leveza e Intenso. A certificação vem provar que a inovação pode estar presente em qualquer categoria de produtos ou serviços e é um exemplo para o mercado como um todo.
O Produto do Ano existe há 30 anos na França e já está presente em países como Espanha, Inglaterra, Portugal, Hungria, Bélgica, Itália, Polônia, Israel e República Checa. Desde 2007, os brasileiros também podem eleger os produtos mais inovadores. Em 2010, a pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência contou com três mil respondentes que escolheram seus lançamentos preferidos em 58 categorias.
Além de Pilão, também se destacaram no ranking geral Hipoglós Amêndoas, Prestobarba 3, Creme Dental Oral-B Pro Saúde, Saladas de Atum Gomes da Costa e Pampers Total Confort. Com exceção das Saladas de Atum, todos os produtos anteriores pertencem à Procter & Gamble, que vem mantendo um desempenho de destaque em todas as edições do levantamento.
P&G garantiu 19 produtos no ranking No último ano, 19 produtos da multinacional foram eleitos pelos consumidores como Produto do Ano. “Cada vez que um consumidor compra um produto da P&G e recompra ele mostra que estamos atendendo e superando suas expectativas. E para isso estamos sempre investindo em conhecer cada vez o consumidor brasileiro e a inovar para entregar produtos de qualidade superior”, diz Gabriela Onofre, Diretora de assuntos corporativos da P&G do Brasil.
Esta também não é a primeira vez que a Pilão figura entre os produtos mais inovadores. Em 2009, o Café Solúvel e o Cappuccino da marca da Sara Lee estiveram presentes na lista. Em 2010, a empresa resolveu investir em seu carro-chefe, a categoria de café em pó, que sofreu poucas alterações nos últimos anos. Para isso, a companhia realizou pesquisas quantitativas e qualitativas com consumidores e percebeu que era possível se diferenciar.
“A maioria dos players inova lançando versões extra forte, tradicional, pensando nos aspectos funcionais. Resolvemos olhar para o lado emocional. Pilão é reconhecido como o café forte do Brasil, por isso trazer um Pilão mais suave soaria estranho. Então associamos ao fato de que no verão as pessoas preferem tomar produtos mais leves”, explica Ricardo Souza, Diretor de Marketing da Sara Lee, em entrevista ao Mundo do Marketing.
Inovação pelo mesmo preçoAssim nasceu o Pilão Sabor de Verão, uma edição limitada que mais tarde daria lugar ao Pilão Sabor e Leveza. “Testamos a aceitação do consumidor e o resultado foi muito bom. Os clientes elogiaram bastante o produto. Então resolvemos não datá-lo mais, percebemos que tinha uma lacuna no mercado a ser preenchida. É uma questão de gosto. No Sul, por exemplo, os consumidores preferem um café mais leve, enquanto em São Paulo e no Rio, gostam do café forte”, diz o executivo.
Diante do bom desempenho do Sabor e Leveza, a Sara Lee preferiu lançar o Pilão Intenso sem associá-lo à questão sazonal. Mesmo chegando ao mercado no inverno passado, o produto foca no consumidor que prefere um café mais forte. O sucesso foi certo e os dois produtos renderam um aumento de 10% no volume total de vendas de Pilão.
O ineditismo foi fundamental para o destaque dos lançamentos. Por ser uma categoria praticamente comoditizada, inovar quando o assunto é café em pó não é fácil. A equação de sucesso de Pilão acabou por unir qualidade ao conceito, fugindo dos atributos funcionais dos produtos, sem afetar o preço. “Posicionamos ao mesmo preço do Pilão. Não cobramos pela inovação, queríamos ampliar o portfólio”, conta Souza.
Marketing diferenciadoNa hora de criar a estratégia de Marketing, a Pilão também quis inovar. Para promover o Sabor e Leveza, a marca colocou um homem flutuante na estação de metrô da Sé, em São Paulo, que permaneceu uma hora flutuando, apoiado apenas por uma mão na parede. A iniciativa gerou boca a boca e impactou 200 mil pessoas que passaram pelo local.
O relançamento de Sabor e Leveza também contou com ações de ativação em fevereiro deste ano para explicar que não houve mudança na fórmula, mas apenas no nome do produto, que deixou de se chamar Sabor de Verão Houve ainda degustação nas praias do Rio de Janeiro e em parques de São Paulo para provar que a bebida combina com o clima da estação mais quente do ano.
Em 2011, a empresa espera não parar de inovar. A prioridade da marca agora é a Senseo, máquina lançada no Natal do ano passado pela Sara Lee em parceria com a Philips. O sistema mono-dose permite o preparo de doses individuais a partir de sachês de café. “O produto foi lançado no mundo há 10 anos, mais centrado na Europa, líder no segmento mono-dose no mundo. Chegou apenas agora em São Paulo e, por enquanto, estamos focando neste mercado. Queremos expandir, mas ainda não há data”, explica o Diretor de Marketing da Sara Lee.

matéria de : Mundo do Marketing

McDonald’s dá café a clientes

17 de março de 2011 |

McDonald’s dá café a clientes





O McDonald’s realiza durante o mês de março uma promoção para estimular a compra da linha de Café Premium. 


A marca reedita a ação com o tema “De manhã o café é por nossa conta” e oferece a degustação de café, café com leite e cappuccino de 200 ml durante o horário de café da manhã, que vai até as 11h.

Nespresso equipa PDVs para informar consumidores

28 de fevereiro de 2011 |





A Nepresso equipou todos os seus pontos de venda com materiais informativos e vídeos que apresentam os tipos de café da marca, agrupados em três famílias: intensos, balanceados e florais-frutados.



 A intenção é informar aos consumidores as distinções entra as 16 variedades de café.


Fonte: Freeshop