Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 22 Nov, 2017

Scroll to top

Top

0

Produtores tentam emplacar vinho branco no verão - PDV News

Produtores tentam emplacar vinho branco no verão

Após a tentativa frustrada de impor restrições à importação de vinhos, produtores se movimentam para estimular a bebida nacional, que representa cerca de 20% do consumo total no país. Na primeira ação promocional integrada com o varejo e os distribuidores

, a aposta é o vinho branco.

Com a campanha “No Verão, vá de vinho branco”, o Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) pretende aumentar em 20% o consumo desses itens entre janeiro e março, quando o consumo da bebida no país é mais baixo por estar relacionado ao clima frio ou a eventos comemorativos.

“Queremos mostrar que o vinho pode ser consumido a qualquer hora e a qualquer momento”, diz Diego Bertolini, do Ibravin.

Além do material promocional nos pontos de venda –as garrafas serão acompanhadas de um rótulo especial com a imagem do sol–, algumas redes de supermercados concederão descontos nos produtos. Segundo Bertolini, vinhos brancos nacionais serão vendidos com 20% de desconto nas redes Pão de Açúcar e Carrefour durante a campanha.

CARNAVAL

O patrocínio à escola de samba paulista Vai-Vai, por meio da Lei Rouanet, é outra tentativa do setor de aumentar o consumo de vinhos nacionais.

Além do enredo da escola, que trata sobre uva e vinho, os produtores estão vendendo taças de vinho de 110 ml a R$ 2 nos ensaios da Vai-Vai. Nas arquibancadas do sambódromo, uma embalagem da Tetra Pak, com 250 ml de vinho, será vendida a R$ 4.

Para aumentar o espaço dos vinhos brasileiros nas gôndolas, os produtores também querem se aproximar dos importadores, que, na prática, atuam como distribuidores da bebida. “Eles deixam de ser concorrentes e passam a ser parceiros estratégicos”, diz Bertolini.

O Ibravin organiza missões comerciais de distribuidores e supermercadistas à serra gaúcha, região que reúne boa parte dos produtores, para conhecer mais vinícolas e, assim, ampliar o número de rótulos brasileiros no varejo.

O instituto não divulga o valor que está sendo investido em marketing, mas revela que tem um orçamento anual de R$ 10 milhões para esse tipo de ação.

CONSUMO ESTÁVEL

O consumo de vinhos nacionais ficou praticamente estável no ano passado, em 19,5 milhões de litros, segundo o Ibravin. Já o mercado de vinhos importados teve leve crescimento. As importações aumentaram 2% e atingiram US$ 300 milhões, segundo dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

O setor tem a meta de ampliar o consumo per capita de vinho no país dos atuais 1,9 litro por ano para 2,5 litros até o final de 2016. No Uruguai, o consumo per capita é de 22 litros por ano e, na Argentina, de 30 litros anuais.

Comentar