Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 28 Sep, 2020

Scroll to top

Top

0

Ofertíssima: primeiro site de compras coletivas a operar por meio de franquias quer aumentar sua presença pelo Brasil - PDV News


Ofertíssima: primeiro site de compras coletivas a operar por meio de franquias quer aumentar sua presença pelo Brasil





Uma nova microfranquia chega ao mercado apostando num setor que está em pleno crescimento no Brasil. O portal de compras coletivas Ofertíssima já conta com oito franqueados, mas quer pulverizar sua presença pelo Brasil e busca novos investidores. 


O mercado de compras coletivas é um fenômeno que chegou ao Brasil há menos de um ano e tem crescido absurdamente. A febre começou há cerca de dois anos nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. Por aqui, assim que chegaram caíram no gosto dos brasileiros: em 2010, oito milhões de pessoas estavam cadastradas em tais portais e a expectativa para 2011 é que este número chegue a 20 milhões até o final do ano. O mercado, no ano passado, faturou R$ 200 milhões de reais e a previsão para este ano é de R$ 1 bilhão.


O Ofertíssima – que começa a operar no mês de março – adota a mesma sistemática já conhecida pelos clientes: os franqueados, cada qual em sua região de atuação, buscam boas ofertas – produtos ou serviços – com descontos de 50% a 90%. Após serem aprovadas pela franqueadora, são disponibilizadas no site – www.ofertissima.com.br – apenas um por um dia. 


“O mercado de compras coletivas tem tudo para crescer cada vez mais porque mexe com um quesito que é primordial na hora da compra: o tempo”, analisa o franqueador Roberto Saretta. “Os clientes têm que correr para não perder a oportunidade de comprar e é o impulso que concretiza as vendas”. O diferencial do Ofertíssima, porém, não está na sistemática do trabalho – semelhante aos concorrentes – mas, sobretudo, na possibilidade de lucro para os franqueados. “Cobramos apenas 40% dos valores das ofertas, enquanto os concorrentes cobram de 50% a 60%,”, revela Saretta. “O franqueado fica com 20%. É por isso que o retorno do investimento vem rapidamente”.

Comentar