Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 18 Nov, 2017

Scroll to top

Top

0

O Varejo na terra do Tio Sam - PDV News

O Varejo na terra do Tio Sam

Aproveitei minha visita a Globalshop 2013 (Maior Feira de produtos para Ponto de Venda do Mundo) para dar uma olhada o que os Norte Americanos andam fazendo por lá, afinal foi minha primeira vez nos EUA e como já conheço muitos outros países, quis fazer um comparativo entre o Brasil, Europa (de um modo geral) e a Terra do Tio Sam.

Logo de cara faço uma análise sobre a economia onde posso dizer com todas as palavras que o custo de vida em SP (Brasil num modo geral) é muito maior do que lá, vemos na foto abaixo o painel do Mc Donalds, o famoso índice Big Mac, lá temos o famoso número 1 por $6,99 +

Impostos (no caso de Chicago quase 10%), arredondando temos um Big Mac + Batata Frita + Refrigerante por R$15,80, quase 20% mais barato que o nosso, antes que achem que estou atacando o Mc Donald’s neste artigo, minha resposta é não, o Mc não tem culpa das taxas, e impostos que nossa política os obriga a praticar e antes também de alguém dizer que o numero 1 americano é melhor que o brasileiro, volto a dizer “não senti diferença alguma”.

McDonald's - Preços menores que o Brasil, porque? Quer a resposta? Liga pra Dilma.

McDonald’s – Preços menores que o Brasil, porque? Quer a resposta? Liga pra Dilma.

Se especializar é preciso:

Quem nunca entrou numa casa de materiais de construção? Sim aqui no Brasil os Home Centers estão cada dia mais populares, temos C&C, Telhanorte, Leroy Merlin, enfim sim temos lojas boas, mas nada comparado aos Home Depot que encontramos em praticamente a cada esquina, estas lojas são realmente completas, você encontra ferramentas, eletrodomésticos, decoração, materiais de construção e muita coisa para o “Faça você mesmo” que é muito comum nos EUA, você pode até alugar um pequeno caminhão por $19,00 durante 90 minutos, tempo mais do que suficiente para levar algo grande e pesado pra casa.

Fachada Home Depot - Um mundo para quem quer construir, reformar ou decorar.

Ídolos dentro de casa e no trabalho:

Quem não se lembra do espetacular programa “O Aprendiz” que nas suas primeiras etapas tivemos sob o comando de Roberto Justus, enfim andando por outra Rede “Oficce Depot” me deparei com uma linha de produtos para escritória da Martha Stewart, que nos EUA comandou uma das primeiras versões do programa “O Aprendiz” de lá, por sinal o vendedor que me atendeu dentro da loja me disse que a linha de produtos da Martha é um sucesso, possuí desde organizadores, agendas, post-it’s, a móveis de escritório, mesmo ela sendo envolvida num grande esquema de corrupção e ficando presa em 2005, ela continua um sucesso. Atualmente tem um programa de TV Martha Stewart Living que é retransmitido aqui no Brasil pela GNT.

Linha de organizadores Martha Stewart dentro de uma Office Depot

Linha de organizadores Martha Stewart dentro de uma Office Depot

Linha Martha Stewart de móveis para escritório

Linha Martha Stewart de móveis para escritório

Na Terra do Basquete quem tem Jordan é Rei:

Forço a cabeça e não consigo lembrar muitos nomes que por aqui podemos considerar verdadeiras lendas no esporte, Ayrton Senna, Pelé, quem mais? A pouco menos de uma semana um super atleta brasileiro foi a TV dizendo que pode ir pra outro pais, sim não damos a mínima para os atletas brasileiros, a não ser os jogadores de futebol, que depois de alguns anos são esquecidos, não existe um movimento para criar uma cultura no esporte para nossos filhos e amanhã nossos filhos serão nós e continuará a mesma coisa, não mudará nada, bem diferente do que vi em Chicago, lá eles tem uma espécie de Deus, um cara chamado Michael Jordan, mas pensei que fosse só ele, e num passeio por um Shopping Center, encontrei lojas especializadas em imortalizar estes Deuses, mas também imortalizam turmas de times da região, assim seus filhos ficam imortais e esse tipo de negócio movimenta milhões de dólares todos os anos, pude ver dentro de uma destas lojas um tio comprando um quadro com a foto do sobrinho num time de futebol americano, sim naquele momento aqueles meninos do quadro se tornaram pro resto da vida ídolos, mesmo que sejam só daquelas familias.

Souvenir com foto do Atleta Michael Jordan

Infográfico – “Um dos mais vendidos”

Marcas ao alcance de todos:

Você já foi numa loja da C&A? Renner? Riachuelo? Se sim agora me responda, quantas camisas da Calvin Klein ou da Hugo Boss você já comprou? Eu nenhuma, mas se você morasse nos EUA e estas lojas estivessem lá provavelmente você poderia comprar uma calça da Hugo Boss a R$80,00, incrível não? Parece até impossível, mas é a pura realidade, temos muitas lojas assim espelhadas por todo o território americano como a Ross Dress for Less, JC Penney, que possuem espaços internos destinados a marcas de destaque como Levis, Lee, Hugo Boss, Calvin Klein, Nike, Reebok, Puma e muitas outras que passaria o dia inteiro falando, mas como não é nosso foco, vamos ver um pouco abaixo imagens da JCPenney por dentro.

Espaço só a marca Lee, calças à partir de 19 dólares.

 

Levis, Adidas, Nike, Puma....são algumas marcas que podemos encontrar nestes magazines.

Levis, Adidas, Nike, Puma….são algumas marcas que podemos encontrar nestes magazines.

Grandes marcas, num único Ponto de Venda. “Evolução do Varejo e consumo inteligente”

Hábitos de Consumo:

Vou falar um pouco sobre venda automática, mais conhecida como Vending Machine, elas não são muito populares por aqui, mas na Europa, Japão, EUA, são de uso cotidiano e eles não vivem sem elas, vc pode comprar desde um sapato e um pizza, mas isso é assunto pra uma outra matéria que vamos publicar ainda esta semana sobre este universo de consumo imediato, seus prós e contras. Abaixo um trio de maquinas de vending num Outlet de Chicago.

pdvnews chicago

Com 1,5 dolar você pode escolher em um refrigerante de 600ml, um pacote de M&M’s, ou uma latinha de Pringles, (na foto eu gastando alguns dólares antes de voltar pra estrada). Facilidade de consumo pra pessoais que tem seu tempo comprometido.

É não dá pra negar as grandes diferenças, mas uma coisa posso deixar claro, aqui no Brasil falta muito pouco para que isso comece a acontecer, só dependerá de nós mesmo, com reivindicação do que iremos querer para nosso futuro e dos nossos filhos.

Por: Renato Santhinon, publicitário especialista em Trade Marketing e Merchandising com foco na criação de materiais para Pontos de Venda. (renato@pdvnews.com.br)

 

Comentar