Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 14 Dec, 2018

Scroll to top

Top

0

Abílio Diniz entra com pedido de arbitragem contra casino - PDV News

Abílio Diniz entra com pedido de arbitragem contra casino

O empresário Abilio Diniz informou em nota que entrou nesta quinta-feira com um pedido de arbitragem na Câmara de Comércio Internacional contra o Casino, controlador do Grupo Pão de Açúcar desde junho deste ano.

Conforme a Folha antecipou em 7 de dezembro, Abilio, que preside o conselho de administração do GPA e é sócio minoritário da companhia, estudava tomar a medida para evitar o esvaziamento de sua função na companhia brasileira.

A atitude foi tomada após o empresário ter seu nome rejeitado na reunião do conselho no último dia 14 para ocupar uma vaga no comitê de governança da companhia, criado em setembro pelo Casino.

Na reunião foram aprovados cinco nomes, indicados pelo Casino, para integrar o comitê de governança. Entre eles o de Maria Helena Fernandes de Santana, ex-presidente da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), na função de presidente.

Os demais integrantes já são membros do conselho de administração da companhia: Arnaud Strasser, representante do Casino e vice-presidente do conselho, Guilherme Affonso Ferreira, representante dos acionistas minoritários, Roberto Lima, ex-presidente da Vivo, e Luiz Augusto Castro Neves, diplomata brasileiro.

Abilio também teve o nome rejeitado para integrar o comitê financeiro da companhia.

Procurado, o Casino não se pronunciou sobre o pedido de arbitragem.

ARGUMENTOS

Na avaliação de Abilio, o comitê de governança interfere diretamente nas atribuições dele na companhia ao competir com o que sempre fez diretamente no grupo durante décadas: a ligação com todas as outras áreas da empresa para garantir e agilizar procedimentos que possam ter impacto nos negócios da empresa.

O argumento dos advogados e do empresário é que isso fere o contrato assinado entre Casino e Abilio em 2005, uma vez que uma das cláusulas diz que “Abilio Diniz conservará o direito de ser o Chairman do Conselho de Administração da CBD, enquanto estiver mental e fisicamente capacitado para exercer essas funções, e durante o prazo em que a CBD mantiver bom histórico de desempenho”.

Para advogados do empresário e para Abilio, não há como garantir que a companhia atinja um “bom desempenho” se ele não puder acompanhar os negócios.

Enquanto o Casino não quer que o empresário no dia a dia das operações, ele quer manter sua influência nos rumos da companhia.

Comentar