Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 22 Jan, 2021

Scroll to top

Top

0

Jin Jin Wok lança novo modelo de restaurante de culinária asiática - PDV News


Jin Jin Wok lança novo modelo de restaurante de culinária asiática





A Jin Jin Wok – rede de franquias de fast food especializado na gastronomia asiática, planejado inicialmente para ser instalado em shopping centers, acaba de formatar um novo conceito para a rede e inaugura a primeira unidade da marca no formato de restaurante.


O objetivo do novo projeto é ampliar o mercado e oferecer nova oportunidade de negócio aos mais de 30 franqueados da marca, já que será instalado, inicialmente, em cidades que já tenham o modelo fast food: “queremos que os franqueados sejam os primeiros a ganhar com o novo negócio e também que ele incremente o sucesso que as unidades de shoppings já fazem”, explica Eduardo Morita, diretor de Negócios do Grupo Ornatus. 


A primeira unidade no formato restaurante Jin Jin Wok acaba de ser inaugurada no Centro Empresarial São Paulo – CENESP, por onde circulam aproximadamente 18 mil pessoas por dia. O investimento para implantar o novo conceito, ficou em torno de R$ 500 mil e a estimativa é a de que o novo modelo renda um faturamento mensal de R$ 200 mil. “O restaurante é um desejo antigo da franquia e vem complementar uma história de sucesso”, explica Jae Ho Lee, fundador da rede Jin Jin Wok. Desde 1992, quando foi aberto o primeiro espaço, no modelo fast food especializado apenas na culinária chinesa, a rede vem apresentando um crescimento bastante significativo para o grupo. 


Em 2007, ampliaram o cardápio da gastronomia oriental e conquistaram a grandiosidade que a rede representa hoje, sendo referência nessa oferta de serviço. A Jin Jin Wok está no mercado há 18 anos e pertence ao Grupo Ornatus, detentor também das marcas Morana, maior rede de bijuterias finas do país e Balonè, rede de bijuterias no conceito fast fashion. 


Em 2010 a marca inaugurou 10 novas franquias, fechando o ano com 55 unidades e um faturamento de R$ 52 milhões. Para 2011, a estimativa do grupo é a abertura de mais 20 unidades, alcançando um faturamento de R$ 60 milhões.

Comentar