Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 11 Nov, 2019

Scroll to top

Top

A importância de ações no PDV para alavancar vendas na Copa - PDV News

A importância de ações no PDV para alavancar  vendas na Copa

Somente no período dos jogos Da Copa do Mundo do Brasil, segundo dados da Embratur, devem desembarcar no País 600 mil visitantes para ver os jogos. Esses estrangeiros movimentarão cerca de R$ 25 bi. Alguns ajustes no ponto de venda podem ampliar a visibilidade das marcas e de seus produtos durante esta temporada tão especial para os fabricantes dos mais diversos produtos: de pipocas a televisores, passando por cervejas, roupas, entre tantos outros itens que estarão à disposição de visitantes estrangeiros e também de consumidores nacionais.

É no ponto de venda que se completa todo o ciclo de investimento de uma indústria de bem de consumo. De nada adianta realizar investimentos milionários em propaganda, se o consumidor não fizer a opção pela compra no PDV. Tudo que acontece no ponto de venda pode influenciar positivamente o consumidor. Por isso, é hora de vestir a camisa verde amarela, ornamentar nossas lojas e colocar nossos produtos em destaque, motivando ao máximo os consumidores, sejam eles daqui ou de outros países. Esperamos demais por esse momento, fala-se muito no “legado” da Copa, e esse legado é também e especialmente econômico. Então, vamos fazer com que a economia seja aquecida com ações positivas no PDV.

Estive em uma das maiores redes de supermercados do Brasil, situada em São Paulo, a dois dias do início dos jogos da Copa. Nenhuma movimentação substancial na loja: nem bandeirolas, nem decoração, nada de especial remetendo à Copa. Lamentável. Apenas alguns poucos funcionários circulando com a camisa verde amarela.  Um engano…

Cerca de 70% de nossa percepção do mundo é visual. Somos influenciados pela organização do espaço. A pipoca, a degustação da cerveja, o colorido nos supermercados nos levam a entrar no clima e a aumentar o volume de compras. Quem nunca se viu motivado a comprar diante dos apelos de uma demonstradora ou diante de uma prática de degustação? Displays e materiais promocionais completam essa atratividade, em busca da conquista do consumidor.

Jonathan Dagues PDV News

Segundo dados auditados por pesquisa Nielsen/Sport Track, 63% dos brasileiros declaram que consomem algo enquanto assistem esportes na TV. Quarenta e três por cento consomem refrigerantes, 37%, cerveja; 22%, salgadinho; 15%, biscoito. Assim, fica evidente que é importante se planejar para aproveitar épocas como essa e encarar sazonalidades com bom-humor e senso de oportunidade.

Nos dias que antecedem a Copa do Mundo a melhor solução para uma empresa não ser deixada de lado pelo consumidor é entrar na onda do futebol.  O momento é muito propício para explorar a associação com a Copa, porque todos os consumidores, apesar das manifestações que assolam o País, estão pensando no assunto, e o brasileiro é um apaixonado nato por futebol. Mas, para que a ação no ponto-de-venda seja vitoriosa, o apoio de uma empresa especializada é fundamental.  Por isso, aqui vão algumas dicas para quem não quer errar e pretende ampliar as vendas nos próximos dias:

– Colocar detalhes na loja com as cores do Brasil é uma ação positiva, como balões, arcos, bandeirinhas, papel forração.

– Desenvolver cartazes promocionais personalizados.

– Os detalhes não devem comprometer o projeto visual do negócio.

– Utilizar produtos na composição de alegorias pode ser muito divertido (por exemplo, brincar com produtos verde e amarelo para decorar o PDV).

– Incentivar o cross selling, criando pontos extra de produtos que combinam com o evento. Por exemplo: um ponto com mix de pipocas e refrigerantes, com cartazes que estimulem esse tipo de compra.

– Tomar cuidado com a poluição visual, para não ter muitos itens que dificultem a visibilidade e circulação no PDV.

– Não é aconselhável utilizar imagens de jogadores por conta dos direitos de imagens.

Agora é caprichar nos detalhes, torcer pelas boas vendas e, é claro, pelo sucesso da seleção. E que venha o hexa!!

Por Jonathan Dagues, CEO do Work Able Group.