Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 15 Dec, 2017

Scroll to top

Top

0

Fabricantes apostam em licenciamento para aumentar vendas na Páscoa - PDV News

Fabricantes apostam em licenciamento para aumentar vendas na Páscoa

Os direitos de aproximadamente 400 marcas e personagens já foram adquiridos para a Páscoa de 2013. Em 2011, este mercado faturou R$5,7 bilhões. O Brasil já é o 5º maior do mundo neste negócio.

Logística complexa, tempo mínimo de exposição em Ponto de Venda, disputa intensa de atenção do cliente, concorrência cada vez mais acirrada. São vários os desafios dos fabricantes de chocolate nesta época do ano. Apesar de o segmento ser lucrativo, não é para amadores.

Na Páscoa de 2012, a indústria de chocolate produziu 18 mil toneladas de ovos e produtos relacionados. Foram 80 milhões de ovos vendidos em mais de 800 mil Pontos de Venda. O suficiente para gerar mais de 20 mil vagas temporárias todo ano.
O consumo per capita no Brasil é de 2,2 quilos por ano. Há três anos o consumo era de 1,65 quilos. Aumento impulsionado pelo crescimento de renda da população, que passou a incluir o produto na cesta de compras.
Licenciamento de marcas
É natural que diante de tal desafio, as marcas necessitem alimentar novidades todo ano. Uma estratégia para isso é o licenciamento de marcas e personagens, atualmente, eles já representam 40% do faturamento das fabricantes.
Para 2013, a perspectiva dos associados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates (Abicab) é que o número de licenciamentos cresça 10%.  Os direitos de aproximadamente 400 marcas e personagens já foram adquiridos para a Páscoa de 2013. Em 2011, este mercado faturou R$ 5,7 bilhões. O Brasil já é o 5º maior do mundo neste negócio.
Ubiracy Fonseca, vice-presidente de chocolate da Abicab, explica que o licenciamento é a grande oportunidade que as marcas possuem de renovar seu portfólio e atrair a atenção do consumidor.  ?É um ponto muito importante para as empresas. Contribui de forma definitiva para as vendas do setor?.
André Chaves, diretor de marketing da Garoto, reforça que a participação do licenciamento só é menor por que a empresa conta com outras marcas consolidadas. ?Aproximadamente 17% do nosso faturamento é de licenciamento. Já no total do mercado esse percentual passa de 30%?. O motivo do número relativamente baixo dos licenciamentos é que a Garoto já conta com marcas consolidadas. A companhia estreia na Páscoa deste ano também como marca oficial da Copa do Mundo.
A Argentina Arcor dobrou os investimentos em licenciamento. A empresa espera crescer 30% com as novas versões e brinquedos. ?Em 2012, tivemos 5,8% de market share na Páscoa. Conseguimos isso investindo em nosso portfólio e também em licenciamentos?, destaca Ciro Mariani, gerente de marketing da divisão Chocolates da Arcor.
Há dez anos, a Arcor já possui uma linha conhecida como ?Fanáticos do Futebol?, ovos que são customizados com logos de times de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. ?Temos licenças dos principais clubes brasileiros. Em 2013, não teremos novidade nessa área. Mas para 2014, ano da Copa, já temos projetos para expandir essa atuação relacionada ao futebol?, explica Mariani.
Lacta e Top Cau fecharam parcerias para licenciar marcas da gigante de brinquedos Mattel. Ricardo Ibarra, presidente da Mattel no Brasil, afirma que a empresa faz mais do que licenciar, ela acompanha a estratégia de divulgação da marca. ?Não gosto de chamar de licenciamento. Mas trabalhamos juntos no desenvolvimento de ponto de venda para garantir a qualidade de exposição?.
Principais marcas licenciadas para a Páscoa deste ano:
Disney
Clubes do Brasileirão: São Paulo, Santos, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Fluminense, Vasco, Flamengo, Botafogo, Grêmio e Internacional
DreamWorks 
 
Marvel
 
Mattel 
Fonte: Isto é Dinheiro por Luiz Gustavo PACETE

Comentar