Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 18 Nov, 2017

Scroll to top

Top

Confira 5 dicas para o seu PDV vender mais - PDV News

Confira 5 dicas para o seu PDV vender mais

Maior parte das decisões de compra é tomada no Ponto de Penda;

saiba como fazer dele seu melhor vendedor

Imagine a seguinte situação, você vê uma campanha extremamente atraente na televisão, que te deixa muito interessado pelo produto anunciado. Mas, ao chegar na loja, o atendimento é tão ruim e o produto está tão mal localizado que você até perde a vontade de comprar. Ou, então, pense naquela ocasião em que você sai de casa não disposto a comprar, mas, ao passar pelo shopping, a vitrine da loja estava tão bonita que foi preciso entrar para conferir um produto que estava tão bem exposto. E, sim, você acaba comprando.

O Ponto de Venda possui uma importância incrível no processo de decisão de compra do consumidor. Segundo dados da POPAI BRASIL (The Global Association For Marketing At Retail), o índice de consumidores que decide pela compra no PDV chega a 85%. Isso porque, após receber todos os estímulos da comunicação e do marketing para chegar até o PDV, o consumidor decide ali, perante o produto, se o levará ou não, se o trocará por outra opção que está na prateleira ao lado, ou se simplesmente dará uma “olhada”.

Para informar aos empreendedores do setor de varejo sobre como transformar seu PDV em um vendedor imbatível, a ACIC conversou com Marcelo Tiziani, diretor da agência de comunicação promocional Rock It, de Campinas (SP). O profissional divide a experiência no PDV em duas principais impressões. A primeira sendo o impacto causado pelas condições externas da loja, o que inclui fachada, vitrine e acessibilidade; e a segunda relacionada a condições internas, como vendedores treinados e gentis, agilidade e qualidade do atendimento e as próprias promoções oferecidas.

Para garantir que essas impressões sejam as melhores possíveis, reunimos 5 principais dicas desse bate-papo com Tiziani. Confira a seguir.

1. A vitrine vende 

O empresário precisa dar uma atenção especial à sua vitrine. Não basta montá-la de qualquer forma e deixar o visual sempre igual, pois é importante lembrar das ocasiões sazonais que influenciam a decoração e incentivam o consumo, como datas promocionais, estações do ano e eventos de grande relevância (caso da Copa do Mundo, por exemplo).

O vendedor também precisa se lembrar que não deve expor qualquer produto na vitrine. “Escolha itens dos quais haja muitos no estoque, pois essas peças tendem a vender mais rapidamente, e precifique todas”, orienta Tiziani.

2. Garanta o conforto dos clientes e seus acompanhantes 

Segundo Tiziani, elementos que tornam o ambiente atrativo são importantes, como a temperatura, o odor e o som ambiente, mas não devem prender toda a atenção do consumidor. “Eles apenas compõem o ambiente, o foco é o produto que deve estar sempre acessível”, lembra. Garantir uma circulação livre e tranquila dos consumidores pela loja também é fundamental, e, claro, procurar proporcionar conforto. “Um cafezinho ou água sempre agradam”, sugere Tiziani.

3. Não perca a venda por falta de opção 

O vendedor deve oferecer e deixar à disposição de seu consumidor as mais variadas opções possíveis de tamanho, cor e preço. De acordo com Tiziani, o vendedor não pode se deixar enganar pela famosa “olhadinha”. “Se o cliente entrou no seu PDV é porque alguma coisa quer. Um vendedor experiente sabe conduzir as perguntas corretas até chegar à necessidade do cliente”, afirma

4. Não peque pelo excesso 

Aquela tática conhecida por empurrar um produto para o consumidor, forçando-o à compra, deve ser esquecida. Tiziani destaca que dar espaço para o cliente tomar a decisão é essencial não apenas no fechamento, mas também no processo de fidelização. “Treine sua equipe para não transmitir ansiedade. Ela até pode ter meta de vendas, mas o cliente não precisa saber disso”, recomenda.

5. Ofereça benefícios comerciais 

Certos atrativos comerciais, como desconto, parcelamento e promoção, ainda são excelentes iscas para prender o consumidor. Tiziani aconselha que a loja utilize, por exemplo, um produto com alto estoque para criar um benefício ao cliente. “Desde que isso seja comunicado claramente, sinalizando preço e condição de pagamento, essa relação será ganha-ganha”, ressalta.