Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

PDV News - Ponto de Venda com Ponto de Vista | 18 Nov, 2017

Scroll to top

Top

0

Arezzo inova Ponto de Venda e moderniza arquitetura - PDV News

Arezzo inova Ponto de Venda e moderniza arquitetura

Com atmosfera contemporânea, moderna e toques de tecnologia, a rede brasileira do setor calçadista Arezzo&Co acaba de inaugurar um novo conceito no Shopping Iguatemi, em São Paulo. O espaço deve marcar a revitalização do projeto arquitetônico da companhia, no conceito flagship store, ou seja, a loja-modelo da grife, marca da inovação nos negócios da empresa. “Ela [a loja] vai inspirar as dezenas de outras unidades que serão abertas”, afirmou Alexandre Birman, CEO da companhia desde o último dia 4.

Com grande estrutura e potencial de crescimento, a proposta da empresa é que o novo conceito fará com que a Arezzo tenha não só um crescimento de novas lojas, mas a expansão também da área das lojas existentes onde estão as áreas de maior venda por metro quadrado nos shoppings.

“A loja do Iguatemi tinha o recorde de qualquer venda no Brasil. Vendia em torno de R$ 250 mil por m². Com a expansão, dobramos a área da loja e apostamos que ela vai crescer muito”, disse Birman, em entrevista exclusiva ao DCI.

No evento de inauguração, esta semana, foi apresentada ainda a coleção de inverno de 2013 da empresa, com tendências da estação, como franjas, pedrarias, camuflagem e bordados. Em meio a isso, o executivo comemorava o fato de a rede ter mais de 400 lojas até o momento, além de uma receita bruta de R$ 1,108 bilhão no ano passado. “A Arezzo&Co é um grupo consolidado e atingir esse resultado nos coloca em um outro patamar de negócios no mercado”, disse ele.

Sobre seu desenvolvimento na empresa, Birman explicou que nasceu e cresceu dentro do negócio, e aos 18 anos, em 1995, decidiu seguir carreira solo: “Foi quando criei a marca Schutz”, ressaltou. Em 2007, as empresas se uniram e surgiram então novas marcas, como a Anacapri. Conforme Birman, desde 2008 o foco foi o desenvolvimento da Schutz no mercado interno e sua expansão no varejo, com a abertura lojas. O resultado foi positivo. “Eu era o vice-presidente de operações, aí vimos que estava na hora de realmente assumir o cargo de CEO [executivo-chefe] na companhia. Meu pai continua com uma presença muito grande dentro da empresa, como presidente do Conselho de Administração”.

Fachada-da-loja-Arezzo-Shoping-iguatemi-pdvnews-raph

Conceitos

O canal de franquia continua sendo o mais relevante do grupo. As 334 franquias representaram no quarto trimestre 47,9% das vendas domésticas, ante 27,8% das lojas próprias. Ao longo do ano, este canal se fortaleceu com a intensificação da abertura de franquias da Schutz. “A marca passou por um intenso processo de expansão, com a inauguração de 32 lojas no Brasil.” Sobre o projeto de expansão no exterior, o CEO disse que a companhia abriu loja da Schutz em Nova York (EUA). “Lá sempre foi um laboratório para sentirmos o mercado. O nosso trabalho foi muito bem feito e estamos na principal localização de lá. Estamos apreendendo a lidar com o mercado e neste ano de 2013 vamos preparar nosso plano de expansão para 2014.”

A respeito de criação de novas grifes, Birman também foi enfático: “Pretendemos dar continuidade no planejamento estratégico da companhia”.

Com relação à marca Schutz, a meta é dar continuidade a esse processo que em 2012 teve sucesso, com a expansão da rede. Em 2014, a grife Anacapri deve ter destaque. “Em menos de três anos já contamos com 10 lojas. Além disso, a marca Alexandre Birman tem o objetivo de ser realmente o grande e deve abrir alas da Arezzo&Co no mercado internacional. É a nossa marca que está calçando os pés das celebridades internacionais. Ela não tem o papel de ser o grande alanvacador de receitas, de volume de venda, mas tem o papel de levar a Arezzo &Co através desta grife às melhores lojas de varejo do mundo”, destacou.

Resultados

Conforme o DCI já havia anunciado, a empresa teve desempenho expressivo nos últimos resultados. A receita líquida cresceu 26,7% em 2012, alcançando R$ 860,3 milhões. No quarto trimestre, o crescimento foi de 27%, atingindo R$ 252,9 milhões. Também houve incremento de 17,7% do lucro líquido no último trimestre, somando R$ 31,7 milhões, e alta no Ebitda (sigla em inglês de lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de 32,1% no 4% trimestre, indo para R$ 43,8 milhões.

No fechamento de 2012, a Arezzo&Co contava com 56 lojas próprias, e aumento de 49,9% das vendas no último trimestre. A marca Schutz ancorou o crescimento no canal, por conta da abertura de 10 novas lojas e reforma e ampliação de cinco importantes pontos de venda nos últimos 12 meses.

As quatro marcas do grupo passaram a ser distribuídas em 2.351 canais multimarcas. O faturamento neste canal cresceu 28% no quarto trimestre, em comparação com o de mesmo período do ano anterior, e 22,1% em 2012.

Fonte: DCI

Comentar